terça-feira, 30 de junho de 2009

PIMENTA EMAGRECE E FAZ BEM À SAÚDE

Podem ser de qualquer cor e tamanho, além de melhorarem a digestão e prevenirem contra alguns tipos de câncer as pimentas emagrecem. Isso mesmo, essa família ardida ajuda a vencer a obesidade. Cientistas da Holanda e do Canadá já podem confirmar esse fato. Quem coloca a pimenta no seu dia-a-dia, além de levar tempero para sua mesa, oferece também uma imensa quantidade de medicamentos naturais como analgésicos, antiinflamatórios e vitaminas.







As pimentas têm uma péssima fama de provocarem gastrite, úlcera, pressão alta e até hemorróidas – o que não é verdade. Várias pesquisas mostram seus vários benefícios. A pimenta contém em sua composição um fitoquímico denominado capsaicina, que além de conferir o gosto picante é o principal responsável pelas propriedades funcionais deste fruto. O consumo de pimenta pode aumentar até 25% o ritmo do metabolismo, isto acontece porque a capsaicina eleva a temperatura corporal e para nós mantermos a temperatura normal de 36°C começamos queimar calorias.





Por si só, o metabolismo funcionando a todo vapor já ajuda o organismo a queimar mais calorias para manter as funções vitais, como o funcionamento do órgão, as respiração entre outros. Mas a prova definitiva de que você deveria apimentar suas receitas é que 6 gramas de pimenta queimam até 45 calorias – ou seja, ajudam a emagrecer. Tem mais: ao estimular o sistema nervoso, provocam a liberação de catecolaminas (noradrenalina e adrenalina), o que reduz o apetite e a ingestão de calorias, proteínas e gorduras na refeição seguinte. Por quebrar os nutrientes dos alimentos e absorvê-los, a capsaicina faz com que tal sistema abasteça-se nos depósitos gordurosos, aumentando a queima calórica. Também produz endorfinas, reduzindo assim a ansiedade alimentar.
E ainda mais: a capsaicina e a piperina, que são as substâncias picantes das pimentas, além de causarem um efeito emagrecedor, combatem o envelhecimento precoce devido à ação antioxidante, possuem efeito carminativo (antiflatulência), melhorem a digestão, estimulando as secreções do estômago, alivia dores de cabeça, controla os níveis de glicose no sangue, aumenta a capacidade pulmonar, ajuda no tratamento da rinite alérgica, entre outras.


Em questões de estética, saiba que a pimenta ajuda a combater a queda de cabelo e as varizes também. Agora que você conhece os benefícios da pimenta não a dispense do seu cardápio. Mas lembre-se: sempre com moderação.





O ranking de arder
As pimentas que mais provocam a queima de calorias na digestão
1º Habanero
Originária da região que vai do México à América Central, era cultivada pelos maias antigos. Sua coloração varia, mas sempre tem um sabor que persiste na boca.
2º Malagueta
Parenta da mexicana tabasco é a mais consumida entre as pimentas cultivadas em nosso país e a segunda que mais ajuda a emagrecer.
3º Caiena
Anda mais famosa nos laboratórios do que na cozinha. Não faltam estudos, como o realizado pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, mostrando que também ajuda a livrar as artérias das gorduras nocivas.
4º Cambuci e cumari
Igualmente ardidas, empatadas no quarto lugar, a cambuci é grandalhona e mais adocicada. Já a pequenina cumari, nativa da região amazônica, chega a ser levemente amarga.
5º Jalapeno
O consumo desta pimenta — mais uma de origem mexicana — anda associado à prevenção do tumor de próstata, além de acelerar a queima calórica.


Apimente seu cardápio
Fáceis de preparar, estes molhos fazem um bem danado à saúde
Molho de pimenta-malagueta para salada
• 2 tomates médios sem casca e sem sementes
• 2 pimentas-malagueta
• 1 cebola média
• 6 ramos de salsa
• 2 colheres (sopa) de suco de limão
• 2 colheres (sopa) de vinagre
• Sal a gosto
Modo de preparo
Bata tudo no liquidificador até obter um molho homogêneo.

Molho de pimenta-caiena para legumes cozidos
• 1/2 maço médio de agrião
• 1/2 xícara (chá) de iogurte natural
• 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
• 1 colher (chá) de pimenta-caiena em pó
• 1 colher (chá) de sal
Modo de preparo
Ponha no liquidificador as folhas e os talos mais macios do agrião e os demais ingredientes. Bata até ficar cremoso. Junte o agrião com o iogurte, o azeite de oliva a pimenta e o sal. Bata novamente.

Nenhum comentário:

Quer assinar nosso Feed?